quarta-feira, 24 de outubro de 2012

O que fazer quando vc está esperando... #3



Hello povo!
Como eu previa não consegui cumprir o prometido e quarta passada não participei da blogagem coletiva. Mas aqui estou eu novamente pra contar mais uma coisa que eu ando fazendo, e que você pode fazer também, enquanto espera o fim do processo.

Considerando que eu não quero (nem posso $$$) levar muita bagagem pro Québec vou ter que largar quase tudo o que eu tenho por aqui. Já me conformei que meus livros e cds vão ficar, minhas caixas com 10 anos de cartas trocadas com pen friends all over the world também, minhas agendas da época de adolescente (ainda tenho várias guardadas, quando leio é só risada) e pilhas e pilhas de álbuns de fotografia. Mas pras fotos existe solução. Estou selecionando as melhores e scanneando tudo. Haja paciência! O meu scanner é muito velho e está dando problema. Demoro um século pra scannear meia dúzia de fotos e a cada quatro tenho que parar, fechar o programa, começar do zero, porque sempre dá pau. É sofrível! Mas o lado bom é que é tão gostoso ver essas fotos de infância, relembrar esse tempo tão gostoso em que a gente era tão feliz... ah, mon enfance, tu me manque bcp!
Outra coisa que também preciso fazer (ainda não comecei mas está na lista) é copiar os dvds dos filmes das minhas festinhas de aniversário. Aqui em casa só tem o original (na verdade o original era uma fita que foi convertida pra dvd, e essa fita já nem deve mais existir). Mas fato é que eu não posso ir sem esses dvds. Quando a saudade apertar eu vou assistir e chorar, chorar. Hoje em dia quando eu os vejo sempre rio muito. Ô pirralha autoritária que eu era! Acho que ainda sou, hahaha. Queria mandar em todo mundo. Coitadas das minhas irmãs, nem apagar as velinhas do bolo do próprio aniversário delas eu deixava. Sempre ia na frente, assoprava antes e ainda me gabava de ser mais esperta. Que ser humano cruel que eu era!

Então fica a dica! #not. Odeio fica a dica!
Então se você ainda não tem suas recordações digitalizadas, separe um tempinho, ou tempão no meu caso, e mão na massa! Quando você estiver home sick elas só vão te fazer ficar ainda mais home sick. (E quem é que não gosta de ouvir música deprê quando se está deprê?).

Bisous!

6 comentários:

  1. Quer dizer que você era autoritária, é?! Eu também, do meu jeito. Falava baixinho, mas fazia as pessoas assistirem aos meus shows, saraus de poesia, desfiles, apresentações musicais, etc... =D

    Coloca o link lá no blog! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que era do tipo quietinha que engana, hahaha

      Excluir
  2. Me identifiquei totalmente!
    Achava q só eu era louca de ter pen friends! Adorava escrever e receber cartinhas qdo era mais nova e treinar o inglês. Depois veio a internet e parei com isso, mas mantenho contato até hoje com uma Finlandesa pelo face e emails.

    Eu gosto de escanear as fotos e fazer dvds de slides, com músicas. Quando não estou fazendo nada, sempre vejo e revejo.

    E também odeio o tal do "fica a dica". Ô coisa ridícula ! Me irrita profundamente!

    Muito bom ouvir música deprê e ficar mais deprê ainda... adoro!

    bisous

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorava meus pen friends. Tinha vários, mas com a chegada da internet fui perdendo os contatos. Só sobrou uma menina da Turquia que ficou mto minha amiga e dps de 9 anos de cartas trocadas fui até Istanbul para conhecê-la. Foi incrível!
      Qq dia escrevo um post sobre trocar cartas, acho que é uma experiência que a nova geração nunca teve na vida. Mto bom!
      Bjos

      Excluir
  3. Oi, Camila!

    Que legal, você também guarda suas agendas da adolescência! :) Eu tenho uma caixa não só com agendas, mas também com diários e cadernos daquela época... Eu escrevi diários dos 11 anos até a faculdade... Sim, é umca caixa grandinha! Hehehe... Infelizmente ela vai ter que ficar, porém não tenho intenção de me desfazer dela. Ela ficará guardada, bem embaladinha, na casa do meu sogro e um dia eu levo para a minha nova casa!

    Beijos,
    Lidia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lidia, havia uma época em que eu escrevia bastante, depois parei, mas tá tudo guardadinho aqui. Pretendo tb embalar tudo e deixar num cantinho para um dia alguém levar pra mim ou eu voltar buscar. Não ligo de me desfazer de coisas materiais mas os objetos sentimentais são mais doloridos de se deixar pra trás.
      Bjos

      Excluir